new a internet - paraná · pdf file 2014. 4. 22. · a internet como poderoso...

Click here to load reader

Post on 17-Oct-2020

5 views

Category:

Documents

0 download

Embed Size (px)

TRANSCRIPT

  • A INTERNET COMO PODEROSO INSTRUMENTO EDUCATIVO PARA

    INSERÇÃO DO EDUCANDO NO MUNDO GLOBALIZADO: um estudo de caso

    realizado com os alunos do 9º ano B, na Escola Estadual Ruth Martinez Corrêa, da

    cidade de Ribeirão do Pinhal, no Estado do Paraná

    Autor: Sergio Benedito Rodolfo Vieira1

    Orientador: Prof. Me. Rodrigo Modesto Nascimento2

    Resumo

    Este material didático pedagógico tem por objetivo propor uma forma de

    reflexão sobre como avaliar o poder, os meios e os recursos que a Rede Mundial de

    Computadores tem a oferecer, para educadores e educandos, no processo de

    aprendizado, bem como levar aos alunos como utilizá-la, particularmente, nas aulas

    de História. Pois, considerando que todas as escolas do Estado do Paraná foram

    beneficiadas com recursos tecnológicos educacionais, descobriu-se a necessidade

    de incluir a Internet, que tem atingido significativamente os ambientes escolares,

    aos estudantes atuais, pois são adolescentes e jovens nativos da geração digital. A

    metodologia utilizada inclui desde conteúdos teóricos até pesquisa de campo com

    alguns alunos, com questionários e atividades práticas, para avaliar o conhecimento

    de cada um referente ao próprio computador e à rede. E, finalmente, tem-se as

    reflexões sobre o estudo realizado, que procurou-se demonstrar as nuances da

    Internet, ora refletindo sobre sua questão existencial, ora analisando sua influência e

    o impacto que pode causar no cotidiano societário, dando ênfase à questão

    educacional, que tem papel fundamental e incontestável neste processo.

    1 Professor de História e Filosofia da rede Pública de Ensino do Estado do Paraná, integrante do Programa de Desenvolvimento Educacional (PDE). E-mail: rodolfo.svieira@hotmail.com

    2 Professor Mestre do Colegiado de História do Departamento de História da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP).

  • Palavras-chave: Internet. Educação. História. Tecnologia.

    Abstract

    This pedagogical didactical content aims to propose a reflection way about

    the power, the ways and the resources that World Wide Web has to offer to

    educators and students in the learning process and present to students how to use it,

    particularly in the History classes. Because considering that all of the schools of the

    Paraná State were benefited with educational technological resources, it was

    discovered the necessity to insert the Internet that has achieved significantly the

    school environment, to the actual students because they are native teenagers and

    young people of the digital generation. The used methodology includes from

    theoretical contents to field research with some students, involving quizzes and

    practical activities to test your knowledge about computer and network. Finally, there

    are the reflections about the study, that aimed to show the sides of the Internet,

    sometimes reflecting about its existential question, sometimes analyzing its influence

    and impact that may result in the daily life of the society, with emphasis on the

    education issue, which has undeniable and central role on this process.

    Keywords: Internet. Education. History. Technology.

    1 Introdução

    Quando se fala em novas tecnologias, a Internet é assunto obrigatório.

    Pesquisas apontam que o ensino através dela propicia ótimos índices de

    aproveitamento. A informática, quando adotada nas escolas, deve integrar ao

    ambiente e à realidade dos alunos, não só como ferramenta, mas como recurso

  • interdisciplinar, constituindo-se também num item a mais com o qual o professor

    possa contar para bem realizar o seu trabalho, desenvolvendo com os alunos

    atividades e questionamentos.

    A problematização levantada veio, justamente, tentar responder a seguinte

    questão: como auxiliar o aluno a utilizar a Internet como fonte de pesquisa para

    melhorar seu conhecimento nas aulas de História?

    As Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) podem colaborar,

    enquanto meios, no processo de construção do conhecimento em sala de aula e,

    desta forma, constatou-se a necessidade de abranger temas como: “A Internet como

    ferramenta de aprendizado”, “A Internet como instrumento de revolução”, “Internet

    Cultura”, “Linguagens, Códigos e suas Tecnologias”, “A rede mundial de

    computadores na sala de aula”, entre outros. Tais temas estão intrinsecamente

    ligados a esta nova geração de alunos, pois nem se quisessem, não poderiam viver

    sem contato com as TIC que os circundam.

    Com base nisso, essa Produção Didática Pedagógica tem por objetivo a

    apresentação das práticas de utilização da Internet realizadas com os alunos das

    aulas da disciplina de História. Um dos maiores intuitos foi levar ao conhecimento

    dos alunos a importância de utilizar corretamente as tecnologias que podem estar a

    serviço da educação, com ênfase na Internet.

    As práticas realizadas ocorreram na Escola Estadual Ruth Matinez Corrêa -

    Ensino Fundamental – da cidade de Ribeirão do Pinhal, do núcleo de Jacarezinho,

    como parte integrante do desenvolvimento do projeto PDE 2012 da Secretaria de

    Estado de Educação (SEED). As atividades deram-se com a utilização dos

    computadores do laboratório de informática da mencionada escola, com os alunos

    do 9º ano B, do período vespertino.

    2 A história da Internet

    Ao contrário do que muitos podem pensar, a Internet nasceu em plena

    Guerra Fria, num momento de extrema tensão entre os Estados Unidos da América

  • (EUA) e a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), atual Rússia, que

    buscavam por novos métodos que pudessem aumentar ou melhorar seu poder

    bélico. Foi neste turbilhão que surgiu a necessidade de encontrar uma forma de

    interligar as bases militares estadunidenses, mesmo que o Pentágono fosse

    atacado, pois toda a comunicação passava por ele e se fosse derrubado,

    comprometeria todas as outras. Foi então que, ao final da década de 60, surgiu a

    Advanced Research Projects Agency Network (ARPANET) que passou a interligar

    as bases dos EUA de forma descentralizada, onde, se uma delas fosse atingida, a

    comunicação entre as demais não deixaria de existir (Bogo, 2000).

    Ainda segundo Bogo (2000), a partir dos anos 70, pesquisadores de

    diversas universidades puderam integrar-se à ARPANET para trabalhar em projetos

    que agregassem à Defesa norte-americana. Com a diminuição da periculosidade

    iminente da Guerra Fria, mais e mais universidades foram-se juntando à rede que,

    em pouco tempo, teve que ser repensada, pois o tráfego de pacotes (pequenas

    partes em que são divididos os arquivos para serem transportados) aumentara

    significativamente. Neste ínterim, desenvolveu-se um novo protocolo chamado

    Transfer Control Protocol/Internet Protocol (TCP/IP), em substituição ao anterior

    (Network Control Protocol – NCP), que permitiu a expansão ilimitada da rede (era o

    que se pensava na época), que a esta altura já não se limitava somente ao território

    dos EUA.

    No Brasil, os primórdios da Internet (como passou a ser chamada a rede

    ARPANET no mundo todo) aconteceram muito mais tardiamente, ao final da década

    de 80, com a interligação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São

    Paulo (FAPESP) e o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) a

    algumas instituições nos Estados Unidos. Na década seguinte, houve a criação da

    Rede Nacional de Pesquisa (RNP), que interligou várias unidades da federação e

    propiciou espaço para que universidades e empresas privadas começassem a

    utilizar a rede, para fins comerciais ou não.

    Hoje a RNP ainda é a base para novos rumos que começam a ser escritos

    pelo governo brasileiro, pois uma outra percepção da Internet está em discussão,

    para que todos possam se adequar às recentes tecnologias, formas de

    relacionamento e comunicação que ela propõe.

  • Quanto à questão da expansibilidade da rede, o que era considerado sem

    limites, nos dias atuais já não mais comporta o grande volume em escala mundial, e

    até mesmo o TCP/IP está sendo abandonado, pois os mais de quatro bilhões de

    endereços disponíveis para computadores únicos terem acesso à Internet já estão

    esgotados (TAGIAROLI, 2011). Isto prova que ela não para de crescer, que está

    sempre englobando novas tecnologias e que cada vez mais faz parte do cotidiano

    de todas as pessoas, de uma criança de poucos anos de idade, até um senhor com

    mais de setenta anos.

    Desde o boom dos anos 90, quando a Internet alcançou patamares

    extraordinários, passando pelo início da primeira década deste novo milênio, onde

    tanto software como hardware mais baratos e mais estáveis começaram a ser

    desenvolvidos, até a febre das grandes redes sociais dos últimos cinco anos, é

    prova mais do que suficiente de que esta rede que já é grandiosa só tende a

    aumentar